28/12/10

já não se fazem carpideiras como antigamente


Cavaco apoia Durão no apelo à contenção nos discursos. Acrescenta o Diário Digital que o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, pediu silêncio aos líderes europeus, no sentido de se absterem de comentar a crise da dívida soberana. Cavaco Silva diz que apoia as declarações de Barroso, mas parece que não as ouviu ou não as percebeu: Cavaco apoia Durão no apelo à contenção nos discursos, «Porque há pessoas em Portugal que parecem não saber que os nossos credores são as companhias de seguros, os fundos de pensões, os fundos soberanos, os bancos internacionais e os cidadãos espalhados por esse mundo fora», alertou.

Note-se que não cabe à carpideira preocupar-se com a vida dos outros. Apenas com a sua própria vida.

Sem comentários: