10/10/11

se isto não é um método fascista, é o quê?


Um jornal da oposição atacado por "very lights", a populaça arregimentada pelo partido do poder a gritar na rua "nós só queremos o DIÁRIO a arder", um deputado a orquestrar o ataque com o slogan "filhos da puta olé".
Se isto não é um método fascista, não vejo a diferença.

Ler aqui o relato dos atacados.



(Agradeço à Shyznogud a indicação.)

4 comentários:

Jaime Santos disse...

If it quacks like a duck, walks like a duck and has feathers, I would say it is a duck... ;-)

Porfirio Silva disse...

Pois, é muito diplomático escrever em inglês, para não se notar que estamos a chamar os bois pelos nomes...

Jaime Santos disse...

Ora Porfírio, escrevi em Inglês porque o dito é, creio eu, americano. Nao seja por isso: se grasna como um pato, anda como um pato e tem penas, eu diria que é um pato... A versao original tem mais piada, de qualquer maneira. E sim, um fascista distingue-se pelas palavras e pelos actos, não pelo partido a que pertence ou pelo facto de usar ou não camisa negra...

Porfirio Silva disse...

Jaime, eu não estava a criticar que o dito aparecesse em inglês; estava só a lembrar que certas coisas dizemos mais à vontade noutra língua. Por exemplo, qualquer das "F+ words". Chamar fascistas a gajos que mandam em partes do território nacional, também é candidato a acto necessário que pode ser feito em inglês... quanto mais não seja por o seu (deles) chefe falar em inglês para desconversar no fim das conferências de imprensa.