14/01/11

andam bandos à solta


Cerca de 400 populares de Cantanhede dão as mãos para apoiar Renato Seabra.


Todas as pessoas, por mais hediondo que seja o crime que possam ter cometido, merecem ser apoiadas. Apoiadas na reconstrução de si mesmas, na compreensão do mal que fizeram, na colocação das pedras de um novo caminho e das traves de uma nova habitação.
Mas estas manifestações não são para apoiar pessoa nenhuma. Estas manifestações apoiam o crime propriamente dito, na medida em que fazem parte de uma movimentação para desculpar o acto homicida e torturador. Ir para a rua tentar legitimar um crime hediondo é em si mesmo um crime hediondo. Que já toleremos isto é um sinal de podridão colectiva.

Sem comentários: