24/10/11

dedicado ao Ministro da Administração Interna.


Miguel Macedo tem uma casa a jeito de morar na área onde nos ministra grandes doses de administração interna, recebe um subsídio que se supunha ser para quem não tem casa na capital, parece que legalmente está tudo muito certo (Miguel Macedo considera-se residente em Braga). Agora, Miguel Macedo renuncia ao subsídio, mas não por lhe parecer imoral estar a recebê-lo. Só o faz por não quer perder nem um minuto com o assunto. Claro, 1400 euros não valem um minuto para tão magna pessoa. Embora valham o ordenado de 2 meses (ou mais) para muita gente.

Dedico ao senhor MAI este excerto do filme "Ludwig van", de Mauricio Kagel. Está em causa um compositor que não era capaz de ouvir a sua própria música. Quase tão mau como um ministro que não parece capaz de ver a sua própria figura.



Sem comentários: