01/07/11

somos um país de mãos largas


O comissário europeu dos Transportes, Siim Kallas,confirmou que Portugal perderá os fundos previstos se cancelar o projecto do TGV.

"Em termos concretos, os fundos de coesão são uma decisão dos Governos e podem ser realocados, mas os fundos de projetos prioritários não podem ser realocados. Então, se o projeto for cancelado, este dinheiro não poderá ser usado e regressará ao orçamento europeu", afirmou Siim Kallas.

Parece que José Manuel Barroso, perguntado, terá dito que o assunto iria ser estudado. Mentira, não vai nada ser estudado. Se Portugal não quer, não precisa,não pode - o dinheirinho volta para a caixa. Não era isso que o PSD andava a pedir há vários anos? Não se ouviu, cá dentro, várias vezes, o aviso de que era isto que ía acontecer? Sim, mas as campanhas de oposição cega têm muita força, não é Dra. Manuela? Não é, senhor PM?


Sem comentários: