27/05/10

provérbios croatas


Merkel, "ingénua" e "autista", ouviu de Barroso aquilo que muitos só ousam pensar.
Acrescentava o Público: «Numa entrevista ao Frankfurter Allgemeine Zeitung publicada no início da semana, o presidente da Comissão Europeia notou que, "nos últimos anos, não se ouviram muitas vozes na política alemã a explicar à opinião pública até que ponto era importante para a Alemanha ter o euro". Barroso acusou, por outro lado, implicitamente Angela Merkel, chanceler alemã, de ter agravado a crise do euro por causa das suas hesitações sobre o apoio da eurolândia à Grécia. "O nosso processo de decisão durou tempo de mais, e os mercados viram demasiados sinais contraditórios."»

Confesso que, quando li as declarações de Barroso, pensei que desta vez ele tinha razão. Agora, a ajudar a uma melhor reflexão, atendendo ao papel de Barroso na peça toda, recebo uma mensagem de um amigo de Zagreb.

Segundo ele, há, e aplica-se, o seguinte provérbio croata: «A coruja criticou o rouxinol de ter um pescoço gordo».



2 comentários:

mdsol disse...

Será que em português seria

"Ver o argueiro no olho do outro e não ver a tranca no nosso"?

Ou

"Só se ri o roto do esfarrapado"?

ou

"Olha para o que eu digo não olhes para o que eu faço"?

ou...

:))

Porfirio Silva disse...

mdsol, pois, por exemplo...
;-)