22/05/12

cuidado com as liberdades.


O blogue dos Precários Inflexíveis publica um post a dar voz a denúncias sobre uma empresa que, alegadamente, encontrara formas um tanto estranhas de explorar a força de trabalho dos que andam a precisar de sobreviver de algum modo. Esse post de denúncia recebeu muitos comentários, que em geral não tendiam a tecer loas às práticas da tal empresa. A dita empresa não gostou do efeito dessas denúncias na sua imagem corporativa e pediu a um tribunal que calasse tais denúncias.
O tribunal, considerando o direito à expressão, achou excessivo o pedido da empresa para que se mandassem apagar os tais comentários. Como tal (????) o tribunal mandou suspender esses comentários!!! Quer dizer, os comentários não são apagados para ter em conta o direito à liberdade de expressão, mas são suspensos... Quer dizer: os autores do blogue podem ler esses comentários, mas não podem deixar mais ninguém lê-los - e isso é que é proteger a liberdade de expressão?!
Dado o estatuto dos comentários a um post num blogue, isto quer dizer que se uma empresa me aldrabar eu não posso denunciar isso num grupo de amigos, porque um tribunal qualquer pode decretar que isso prejudica a empresa que eu estou a denunciar?
Está tudo doido ou sou eu que sou demasiado intolerante com empresas que aproveitam demasiado bem o estado de necessidade das pessoas?
Há que seguir as notícias sobre este assunto: Tribunal determina suspensão de comentários no blogue dos Precários Inflexíveis.