06/06/10

o erro de Vieira da Silva


Parece que Cavaco Silva apelou a que os portugueses passem férias "cá dentro", que “férias passadas no estrangeiro são importações e aumentam a dívida externa portuguesa”.
Vieira da Silva diz que isso é verdade (realmente "a procura interna pode ajudar o sector do turismo, tendo em conta as dificuldades que enfrenta") - mas, MAS... “Só espero que os presidentes de outros países não façam o mesmo apelo, caso contrário perdemos uma fonte de receitas importante para o país. Há muitos turistas estrangeiros que vão a Portugal", acrescentou o ministro da economia.

Qual é o erro de Vieira da Silva? Será pensar que mais algum chefe de estado teria o mesmo sentido das prioridades que o nosso Aníbal? Ou será pensar que alguém "lá fora" ouve as brilhantes ideias do nosso Presidente e se põe a imitá-lo?

3 comentários:

Francisco Clamote disse...

Bem observado!

Francisco disse...

Estranho mais a impunidade com que Cavaco abre a boca, não pensou no mesmo quando deixou sifonar para carros alemães os dinheiros dos subsídios.

Anónimo disse...

É gozo, pah. O único erro é fazer a ironia e depois retractar por respeitinho. Apelos destes são rídiculos e estúpidos.