01/04/12

golden shares em retrospectiva.

Nicolau Santos no Expresso / Economia de ontem :
«Mário Monti, que quando foi comissário europeu da Concorrência travou um grande braço de ferro com o Governo português contra as golden shares nacionais, está agora, enquanto primeiro-ministro italiano, a blindar as empresas privatizadas dos sectores estratégicos da Defesa, Energia, Transportes e Comunicações aos apetites do capital estrangeiro, particular extracomunitario. O objectivo é tornar mais efectiva a golden share, limitando os direitos das empresas estrangeiras e estabelecendo multas avultadissimas para quem tente contornar a lei. É caso para dizer: pelo mercado livre em Bruxelas, pelos interesses nacionais em Itália. E assim se constrói a Europa: uma lei para os fortes, outra para os fracos.»
Tem toda a razão Nicolau Santos, mas há que acrescentar duas coisas. Primeiro, que baixar a protecção das empresas portuguesas corresponde à ideologia dita liberal de muitos que por aí andam, designadamente no governo. Segundo, que alguns se estiveram a marimbar para o interesse nacional quando, pelo puro interesse de fazer oposição interna, se colocaram do lado da Comissão Europeia e contra o governo português quando este tentou limitar a pressa na eliminação das formas mais iu menos mitigadas de golden share em empresas portuguesas. Convém não esquecer.

Sem comentários: