02/05/11

o que há para rir na morte de Bin Laden


Obama anuncia morte de Bin Laden.

Há várias maneiras de o mundo estar louco.
Matar inocentes como acto político de luta entre civilizações, é uma das formas dessa doença.
Que a "justiça internacional" seja obra de comandos armados, é um correlato da mesma loucura.
Celebrar na rua uma morte violenta é a cereja em cima do mesmo bolo.
O riso dos festejantes é sintoma de um mundo ensandecido.




4 comentários:

Miguel Gomes Coelho (T.Mike) disse...

Sem mais, Porfírio !
Um abraço.

joaninha versus escaravelho disse...

Mas o mundo não foi sempre assim?

Porfirio Silva disse...

O mundo pula e avança... Ou não?!!!

joaninha versus escaravelho disse...

Acho que a emoção comanda muito. A ideia que eu tenho da "humanidade" leva-me a pensar que o ser humano fica irracional perante a emoção. Não sempre, nem todos, claro, mas em massa acontecem assim uns fenómenos estranhos.
Quando ouvi a notícia hoje de manhã na TV fiquei a olhar e de repente continuam com a notícia e mostram as imagens do povo na rua a festejar. Pensei imediatamente: "que estranho... nunca me lembraria de sair de casa para festejar nem imaginaria nada de semelhante ...". Aliás, achei estranho ver aquelas imagens. Foi estranho para mim colocar-me naquela posição, mas não estranhei o facto de haver pessoas a fazê-lo.
Não tenho muita esperança no ser humano, tenho que ser sincera... Mas também é verdade que sou mais observadora que comentadora... :)