28/05/11

antigamente, os senhores batiam nos criados


Agora, os poderosos gozam com os que têm de fazer pela vida.

Em Vila Real, uma jovem, que frequentou um curso das Novas Oportunidades, furou a barreira e foi agradecer a Passos Coelho ter-lhe chamado ignorante.
Passos Coelho respondeu-lhe: "“Espero que o seu curso lhe sirva para muito, está bem?". Como quem diz: "Boa porcaria, rapariga."
O senhor dr. em economês acha bem gozar com a cara de uma pessoa que não teve, talvez, tanta sorte como ele e teve de aproveitar uma "nova oportunidade", coisa que não parece bem a quem pode dar-se até ao luxo de desperdiçar oportunidades.
Deve ser a fenómenos como este que Boaventura Sousa Santos chama "fascismo social". Eu chamo-lhe, mais prosaicamente, a repugnante mesquinhez de quem vê as pessoas pelo filtro das suas ideias com a longevidade de uma campanha.



(Vídeo roubado ao Miguel.)

6 comentários:

asmodeux disse...

hoje em dia limpam o sebo aos que pensam de maneira diferente
apelidando-os de imbecis ou de Tino's de Rans

felizmente pouco mudou desde 73
sinto-me nostálgico

Jaime Santos disse...

A atitude é a de quem se considera muito merecedor do lugar que tem e se os outros não chegaram lá, foi por falta de 'mérito'. Olha, pois, a culpa dos pobres serem pobres é deles próprios, quem os mandou ter nascido pobres...

Anónimo disse...

Sem querer fazer de "advogado do Diabo", não me parece de todo inocente o surgimento da jovem determinada na campanha do PSD. Faz-me lembrar aqueles jovens que andam por aí a gritar: é J, é S, é JS.
Henrique de Souza Azevedo

Porfirio Silva disse...

Claro, Henrique, ao caminho de Sócrates saem sempre populares genuínos e inocentes, mesmo quando fazem boicotes ilegais a actividades de campanha legais (como os de Faro).
Quem sai ao caminho de Passos Coelho é um fantoche de Sócrates, não é?

Mas deve ter razão: a boa educação da rapariga que questionou Passos Coelho indica que ela deve ser apoiante do PS. Ela estuda, ela sabe fazer interpelações pertinentes, ela tem educação e respeito - ao contrário do Pedro que respondeu a essa rapariga.

Anónimo disse...

Note que eu não defendi o PSD ou Passos Coelho. Nem disse que as manobras não podiam ser as mesmas de ambos os lados. Há aí um maluco a fazer de Vader do Fraque que é tudo menos "espontâneo".

Porfirio Silva disse...

O Vader do Fraque não é nenhum maluco: foi anunciado no respectivo blogue e tem uma agenda clara. Pode concordar-se ou não, mas não é nenhum embuste. Coisa bastante diferente é tentar desqualificar quem dialoga com este ou aquele candidato com base em suposições.