15/10/13

Machete a dar frutos.

4 comentários:

Jaime Santos disse...

Porfirio, discordo de si: Jose Eduardo dos Santos quebrou a parceria porque nao estavamos suficientemente de cocoras perante ele. O que o Governo de Angola ja percebeu e que a palavra de Machete nao vale nada. Esperemos que perante isto ou Cavaco ou Passos percebam que o atual MNE e uma completa 'liability'. Francamente, ainda bem que assim e, ate porque passamos muito bem sem tais parcerias. Longe parece que vai o tempo em que o Sousa Tavares foi despedido da RTP por ter ido fazer uma reportagem a Jamba sobre a UNITA, era entao Mario Soares o PM...

Porfirio Silva disse...

Jaime, julgo que é importante tentar ter boas relações com Angola. Isso só se consegue a partir de uma posição realista e digna. Os angolanos não podem respeitar os tolos, ainda mais se estiverem de cócoras. Nem os angolanos, nem ninguém.

Jaime Santos disse...

Eu também acho que é importante tentar ter boas relações com Angola (e com os demais Países da CPLP), até pelos Portugueses que vivem e trabalham lá. Mas convenhamos que a linguagem insultuosa com que os media angolanos tratam o Estado Português não ajuda (e sabemos bem quem os controla). A descolonização foi há quase 40 anos e como bem disse Silva Pereira, não temos que pedir desculpa a ninguém por Portugal (ainda) ser um Estado de Direito. Aquilo que de fato assusta o Governo de Angola é o fato de em Portugal a corrupção em Angola ser discutida (e pelos vistos investigada) abertamente e em Português... Daí as tentativas de pressionar o nosso País...

Porfirio Silva disse...

Concordo com isso, Jaime. Não vejo nenhuma contradição entre essa sua opinião e aquilo que escrevi.