30/06/15

Passos Coelho, O Impreparado (ou O Esquecido).


O que tem dado algum alívio a países como Portugal tem sido a intervenção do Banco Central Europeu, que acalma os mercados e alivia os juros.

Vale a pena lembrar que Passos Coelho já foi clara e explicitamente contra essa acção do BCE. Por radicalismo ideológico.

Quando, passados uns anos, percebeu que a sua posição era simplesmente uma traição aos interesses nacionais, deitou mão à sua arma do costume: mentir. No habitual modo bailinho: Passos aplaude decisão do BCE de comprar dívida, mas já foi contra. Embora agora diga que nunca foi contra. Mas já foi contra. E agora aplaude. E diz que nunca foi contra. Mas foi.

Ora, lembremos lá alguns aspectos dessas mentirolas.






Mas, afinal, isto tem uma explicação.




Sem comentários: