19/03/15

Guerra diz Alegre.


Ontem, no Coliseu de Lisboa, concerto "Não TAP os olhos" contra a privatização da TAP. E aí aconteceu: Maria do Céu Guerra disse "Trova do Vento que Passa", de Manuel Alegre.
(A imagem que consegui captar é má, mas são grandes as palavras.)



Sem comentários: