09/01/15

algumas perguntas e respostas sobre violência e religião.


A mortandade no Charlie Hebdo tem a ver com religião?
Tem.

Esses atentados têm a ver com a religião muçulmana?
Têm.

Todos os muçulmanos são fanáticos?
Não.

Ser muçulmano implica apoiar a violência para defender valores religiosos?
Não.

O fundamentalismo religioso é exclusivo dos muçulmanos?
Não.

As religiões maioritárias no Ocidente também têm uma história de violência religiosa?
Têm.

O cristianismo está, na actualidade, isento de tentativas de dominar ideologicamente as sociedades?
Não.

Há, hoje em dia, cristãos que apoiam a violência como meio de afirmação da sua religião?
Há.

Todos os católicos ou cristãos apoiam meios violentos para propagar as suas ideias?
Não.

Só as religiões têm culpas no cartório por promoverem meios violentos para impor ideias?
Não.

O fenómeno religioso pode ser claramente separado de outros processos sociais, de forma a identificar a religião como causa única e pura de certos actos?
Não.

O mundo é mais complexo do que parece. Ver o mundo a preto e branco ajuda a tornar o mundo a preto e branco, mas não ajuda a mais nada que seja positivo.

Sem comentários: