28/12/13

em Janeiro nas melhores livrarias.

1 comentário:

António Pedro Pereira disse...

Caro Porfírio:
Fiquei muito curioso, com vontade de comprar o livro após ter lido a crítica.
Foi pena aquela parte final: «Publicou a Esfera do Caos».
Este escritor e crítico literário é useiro e vezeiro neste tipo de brasileirices, infelizmente.
Não lhe suscitará a pergunta: O que é que ou quem é que publicou a Esfera do Caos.
Nada nem ninguém, um determinado livro e um determinado sujeito é que foram publicados pela Esfera do Caos.
Temos que acabar de vez com os verbos transitivos!