26/06/13

os americanos são óptimos a dar lições.



John Kerry, chefe da diplomacia dos EUA, escolheu um bom cenário para cantar cantigas de amigo acerca do seu grande desejo de que lhe entreguem em bandeja o homem (Edward Snowden) que denunciou mais uma massiva ilegalidade dos poderes do seu país. A Arábia Saudita, como cenário, é um grande sinal da escandalosa falta de coerência dos States: como se pode ir encher a boca de coisas bonitas de braço dado com uma das ditaduras mais fechadas e ferozes que há no mundo? Aliás, os sauditas, comparados com a Coreia do Norte, oferecem uma diferença, que é dinheiro, e pouco mais. Uma vergonha.

Sem comentários: