25/04/13

o dia inicial.





Palavras de Sophia de Mello Breyner, ditas por Ruy de Mattos e cantadas e acompanhadas ao piano por Isabel Cid.

2 comentários:

Anónimo disse...

Porfírio, já cá estive hoje. Fui e voltei, duas ou três vezes.
Deixo-lhe singelamente o meu apreço e a admiração, sem tibieza, pela pessoa inteira que é.

Carinhosamente

Dri

Porfirio Silva disse...

Venha sempre, Dri. Quem sabe se um dia não me encontra à porta !