18/11/12

governados por comediantes?


O primeiro-ministro descobre-se irónico:

O primeiro-ministro lamentou hoje não ter sido "possível" ao ministro da Administração Interna fazer "uma declaração mais esclarecedora" sobre a intervenção do Governo na sequência da tempestade no Algarve. Mais tarde, veio o esclarecimento: Passos estava a ser irónico.

O que se pergunta é: PPC estava a ser irónico com quem? a propósito de quê?

Devia haver limites para a comédia. E deviam ensinar ao PM como a ironia deslocada pode tornar-se comédia, ou mesmo tragédia.

Mesmo para um governo que consegue tirar Santana Lopes do topo da lista dos governos risíveis. Até por já não haver grande vontade de rir.

Sem comentários: