05/06/12

a verdade a que temos direito, claro.

1 comentário:

coraçãodemaçã disse...

Homens de negro? Há, já sei. São os homens da carreta, os coveiros e isso. Espoliam, matam (nem sempre metaforicamente), enterram, rezam uns responsos descarados em forma de cifrão e vão-se apressados. Correm a cavar outro buraco algures num quintal perto de nós. São doninhas? Não, mas fedem. É daquela gente que cavalga cúpulas, bestas de carga e países vulneráveis e se asperge com 'Champagne', dos nada pequenos-almoços aos opíparos e tilintantes jantares. Cruzes...

Dri