08/05/12

não pagamos.


Líder da extrema-esquerda na Grécia diz que acordo com a troika é nulo.

«Alexis Tsipras, líder da extrema-esquerda que está a tentar formar um governo de coligação na Grécia, disse hoje que “o veredicto popular anula claramente o acordo de ajuda”.»

Agora é que vamos começar a experimentar se palavras de ordem chegam para governar um país.

Esta é a tragédia da esquerda: os que só pensam em governar segundo "o costume", raramente arriscam tentar concretizar qualquer coisa que nos tire mesmo da irracionalidade dominante (sim, é irracional que haja gente entre nós que passe fome); os que só pensam no que seria bom, sem pensarem como se vai do "agora" para o "diferente", têm ideias bonitas que geralmente nunca passam das palavras e dos corações. São poucos os que tentam a porta estreita entre esses dois abismos.

Haverá alguém na Grécia a tentar a porta estreita?

(Isto, já para não perguntar por outros países.)


Sem comentários: