25/05/12

(Na imagem, espião-adjunto a enviar muitas sms a uma empresa e a um ex-ministro, enquanto disfarçado de florzinha do mato.)



Então o sr. Jorge Silva Carvalho escondeu ao seu amigo Relvas, que trata(va) por tu, que o adjunto dele no Ministério trocava mensagens com ele?! Não se faz; coitado do sr. Ministro, que assim ficou sem saber o que andava a fazer o seu adjunto politico. O grande ex-espião ter-lhe-ia evitado, pelo menos, essa mentirinha ao Parlamento, caramba. É que, sob juramento, começa a haver demasiados pormenores.

(Estamos aqui a querer fazer um jeito a Passos Coelho: se mandar embora o seu controleiro Relvas, ficará mais livre e mais solto, o que só lhe fará bem.)




Sem comentários: