16/03/12

rezas serranas.


Cristas diz que foi mais rápida do que Jaime Silva em 2005.

Não tenho agora tempo de me alongar, mas queria dizer apenas isto: ser oposição a sério deve ser uma canseira. Se o último ministro da agricultura de José Sócrates honrasse o lugar de deputado que agora ocupa na bancada do PS, estudaria os assuntos. Isso permitir-lhe-ia não ficar pela rama na desmontagem dos disparates da ministra, dar-lhe-ia condições para lembrar os dados, para fazer as perguntas que deviam ser feitas. Lamentavelmente, parece que o PCP e o BE se lembram melhor do que fez o ministro Jaime Silva do que António Serrano. O laxismo político que consiste em não conhecer a história política recente, ou preferir não a conhecer, é um cancro do PS que está a ser muito útil todos os dias a esta maioria. Assim, Cristas, se até agora rezava em lugar de fazer, qualquer dia até vai deixar de rezar... o PS rezará na sua vez. Piamente.
Temos direito a exigir aos deputados da nação, especialmente aqueles em quem votámos, que façam os TPC, ou não temos? Sim, porque não vale a pena andar a malhar no SG do PS, exigindo-lhe proezas oposicionistas que o momento talvez não aconselhe, se não alertarmos para estas quotidianas faltas de comparência que, dia a dia, são as verdadeiras falhas no necessário controlo parlamentar do Executivo. É que essa é, verdadeiramente, uma questão de regime.

Sem comentários: