17/02/12

Deus lhe perdoe.


Diz o novo cardeal da Igreja Católica, Manuel Monteiro de Castro: «A mulher deve poder ficar em casa, ou, se trabalhar fora, num horário reduzido, de maneira que possa aplicar-se naquilo em que a sua função é essencial, que é a educação dos filhos.»

O senhor cardeal deve imaginar que todos os homens são imbecis. Só isso pode justificar que reserve às mulheres o principal quinhão na educação dos filhos. Mas o senhor cardeal não devia julgar todos os homens por si próprio: acredito que ele ache que os seus filhos só podem ser educados por uma mulher, nunca por ele. Não deve é pensar que todos somos como ele.
Vade retro, Satanás, que andas a baralhar os neurónios destes príncipes da Igreja.

2 comentários:

coraçãodemaçã disse...

Porfírio, não é por acaso, nem por um qualquer milagre, que tantas vezes se ouve classificar a icar portuguesa como a mais reaccionária da europa.
Porque acutilar a beata e sorna estupidez é necessário, eis uma posta escorreita, sem defeitos nem espinhas.

Dri

Porfirio Silva disse...

Dri, infelizmente isto não é só com a ICAR portuguesa: o homem não se auto-nomeou cardeal alguém (!!!) terá sido, não é?