24/01/12

censura.


RDP acaba com espaço de opinião que serviu de palco a críticas duras a Angola.

Ainda dizem que a blogosfera não manda nada. Quando um ministro das propagandas acolhe a assessoria de um bloguer da esquerda da esquerda dura, deixamos de ter censura e passamos a ter censura ao quadrado. Não me perguntem como funcionou a cadeia de comando. O fenómeno é de outra natureza: é o efeito de rodar o botão do descaramento para o máximo. O ministro Relvas e a revolucionária República Popular de Angola convergem. Compreende-se: Angola não pode gastar o seu dinheiro a comprar rádios em Portugal; alguém tem de fazer esse controlo, para eles poderem investir em negócios mais rentáveis, tipo indústria das notas de banco.
Viva a amizade entre os povos !


Europa: Informação e reflexão, diversificada nas fontes  e nas ópticas, actual e actualizada.
Sobre a Europa. Clicar na bandeira para aceder.

Sem comentários: