20/10/11

ok, Khadafi foi morto.



E é bom que a guerra na Líbia tenha acabado. Se tiver acabado. Mesmo assim, teve de chegar a vez de Paulo Portas para ouvir um dirigente político afirmar que não festeja a morte de nenhum ser humano, mesmo que ele tenha sido um tirano. E mesmo que isso seja bom para esse país e esse povo. Em tempo de tão pouca coisa, consola-me ver o MNE do meu país, nem que seja uma vez por desfastio, a ser mais decente do que a média.

1 comentário:

Jaime Santos disse...

Isto mostra que Portas, por baixo da sobranceria e do permanente ar de 'escândalo moral' com que olha para tudo (o Nuno Melo e o Louçã são ainda piores) é até capaz de ser um ser humano decente. É pena que tenha que cultivar a 'Pose de Estado'. Ele e os outros políticos, aliás...