21/06/11

a vingança de Nobre


Hoje às sete da manhã ouvi Alberto João Jardim a dizer que ele merecia (corrigiu: "nós merecemos") o prémio de ter o Presidente do Parlamento, pela interposta pessoa de Guilherme Silva. Se Guilherme Silva vier a ser proposto (se for proposto, será eleito), Alberto João Jardim começa este ciclo político com mais um desenvolvimento da sua saga, intitulada "um ditador nesta democracia pode safar-se muito bem". Nesse caso - e não estou a fazer nenhum juízo sobre Guilherme Silva propriamente dito -, Nobre vinga-se muito bem: para substituir o mais descarado equilibrista do ano, o PSD só teria encontrado um embaixador da nódoa do Atlântico.

Sem comentários: