20/06/11

o Nobre desistido



Fernando Nobre desiste de ser presidente da AR, mas fica como deputado
.

Saiu a sorte grande ao PSD.
Passos Coelho fez o papel de homem de palavra e levou Nobre à votação; até insistiu, levando-o à segunda votação; mas o homem não passou. Aliás, dá a impressão que o chumbo de Nobre foi devidamente preparado nas hostes da maioria: o CDS nunca deixou de falar claro contra ele; em nenhuma das duas votações Nobre teve sequer todos os votos da sua bancada (os faltosos à votação eram do PS); da primeira para a segunda votação, Nobre perdeu um voto: parece que da própria bancada do PSD saíram desertores, talvez para compensar aqueles que nas insistências amolecem e tendem a deixar resolver o problema.
Nobre não foi eleito e, com isso, o PSD, se talvez passou hoje uma pequena vergonha, poupou provavelmente muitas vergonhas futuras. (Se calhar era por tudo isto que António Costa achava que o PS devia votar Nobre.) E, diga-se, o PSD tem lá grandes presidentes do parlamento para apresentar e vencer.
Nobre, esse, como fez duas promessas contraditórias (sair se não fosse presidente, ficar mesmo não sendo presidente), acabará por cumprir uma.
Tudo está bem quando acaba bem.

Post Scriptum: Já agora, o título do Público: o homem não desistiu de ser presidente, desistiu de tentar. Quanto a ser presidente, não desistiu - foi desistido.



3 comentários:

Jaime Santos disse...

Sim, tratou-se de um puro exercicio de cinismo de Passos Coelho. Cumpre a palavra dada e livra-se de um futuro (grande) problema. Como o Porfirio diz, o pequeno enxovalho de hoje sera brevemente esquecido. Temos homem, PPC parece herdar a sonsice de Cavaco. Cuidado com ele. Quanto a Nobre, bem, teve exactamente o que merecia, com o seu discurso anti-politicos. O seu sonho de ser o futuro candidato presidencial do PSD-CDS acabou hoje. E muito bem feito...

Francisco disse...

O camarada António Costa deu um palpite nada inocente e se a bancada socialista tivesse seguido o conselho o paralamento ia sofrer alguns enxovalhos.

Abraço
Francisco Cavaco

ariel disse...

Fica deputado até ver....