19/04/11

o PS passou à clandestinidade?


Vejo notícias de que o PCP, o BE e o partido melancia recusaram falar com "a troika"; de que o CDS já está reunido com eles; de que o PSD não vai apresentar propostas nenhumas. Não vejo notícia nenhuma sobre o encontro do PS com a CE, o BCE e o FMI. O PS não foi convidado? O PS foi convidado mas recusou e não disse nada a ninguém? O PS reuniu ou vai reunir mas conseguiu melhor do que os demais esconder o tempo e o lugar? Ou o PS passou à clandestinidade?

4 comentários:

Antonio Garcia Barreto disse...

O PS está na clandestinidade há muito tempo. Ou amordaçado. De fora só tem a cabeça. E a cabeça é a de José Sócrates. E a voz, é a do dono. Valha a verdade que, assim, a dizerem-se asneiras sabe-se logo quem as produziu. Mas é pena. Penso eu de que…

Porfirio Silva disse...

António Garcia Barreto,
Lamento ser um pouco bruto, mas comento o seu comentário do seguinte modo: uma tolice não deixa de ser tolice por ser muitas vezes repetida, nem por ser admitida nos "círculos do comentarismo". Basta ouvir o que se disse no último congresso do PS (último em data, bem entendido), ler as moções que lá foram apresentadas, consultar o resultado das votações, para constatar que essa teoria do amordaçamento é puro dislate. Está por aí algures, neste blogue, o debate "Machina Enxuta, número dois", onde essa questão é debatida. Escuso-me de voltar aqui a repetir os argumentos que lá deixei.

Anónimo disse...

Para andar na clandestinidade é necessário ser discreto, passar entre os intervalos das chuva.Nenhum actor da vida politica actual(Independentemente da cor) conseguia viver em clandestinidade isso era para gente de outra fibra.

Porfirio Silva disse...

Anónimo (que não clandestino, espero eu), olho à volto e vejo alguns que estiveram na clandestinidade. Não em todos os partidos, claro, mas em alguns.