10/04/11

mais um episódio da saga dos independentes na república


Fernando Nobre é candidato do PSD à presidência da Assembleia da República.

Ora, aí está mais um exemplo do papel dos "independentes" na política portuguesa. Claro, alguns são menos apressados do que outros a "rentabilizar", mas neste conto já só cai quem quer. A tentação do "cheguei, vi e venci" continua a ser muito grande. As ideias de Fernando Nobre, bem misturadas com as ideias de Passos Coelho, talvez já dêem um programa - a menos que a interacção seja a subtrair.

1 comentário:

Anónimo disse...

Se virmos bem, o PCoelho é um tipo previdente. Já está a pensar no cenário pós eleições na S. Caetano e na experiência do Nobre nos teatros de guerra.