01/04/11

esta é mesmo de primeiro de abril


Passo a transcrever.

COMISSÃO EUROPEIA
DIRECÇÃO GERAL INFORMÁTICA

MEDIDAS DE PROTEÇÃO DA COMISSÃO EUROPEIA CONTRA CIBER-ATAQUES


Em consequência da proliferação de ataques contra sites electrónicos da Comissão Europeia, a Direcção-Geral de Informática, de acordo com a Secretaria-Geral e a DG Recursos Humanos e Segurança, irá proceder à reintrodução de máquinas de escrever na instituição. Esta medida será acompanhada pela eliminação progressiva (“phasing out”), até ao final de 2011, de todos os computadores pessoais da Comissão Europeia.
Toda a correspondência entre departamentos e com o exterior será, imperativamente, efectuada pelo via epistolar clássica: pelo envio de uma carta dactilografada – ou manuscrita, se for caso disso, e com o acordo da hierarquia – ao(s) destinatário(s). O processamento do correio gerado por este novo procedimento ficará a cargo da nova Direcção-Geral MAIL, que terá sede no Luxemburgo. O pessoal da DG MAIL garantirá a continuidade da comunicação no seio da Comissão.
Um concurso ad hoc para recrutamento de pessoal deverá garantir que a instituição passe a dispor do número suficiente de especialistas em triagem de correio. O anúncio deste concurso será publicado em 2012 e incidirá sobre o recrutamento de 1.200 funcionários da UE-27. Os testes incluem um teste específico, com base no raciocínio em situações reais.
Os serviços que tenham uma necessidade imperiosa de comunicar por via electrónica ("e-mail") podem continuar a fazê-lo, respeitando o seguinte procedimento: todos os pedidos de utilização do e-mail devem ser fundamentados e assinados pelo chefe da unidade em questão (ou seu substituto); o pedido deve ser enviada à DG MAIL, por correio interno, usando o formulário apropriado; uma vez processado o pedido, o documento que constitui o objecto do envio de "e-mail" deve ser enviado para o Luxemburgo, para encaminhamento; o e-mail resultante deste procedimento terá uma versão impressa, que ficará à guarda do departamento que solicitou o seu envio, para efeitos de classificação e arquivo; sendo recebida uma resposta do destinatário, o processo descrito acima é efectuado em sentido inverso.
No caso das comunicações que exigem mais velocidade, um stock de fac-símiles ("faxes") será disponibilizado aos Comissários, Gabinetes e Directores Gerais.
O stock de máquinas de escrever, actualmente à disposição da instituição, voltará gradualmente ao serviço. A ordem de alocação de máquinas de escrever respeitará a cadeia de comando: os Comissários serão fornecidos em primeiro lugar, seguido pelos Gabinetes, Directores Gerais, Directores Gerais Adjuntos, Directores, Chefes de Unidade, etc.
Para proteger a Comissão Europeia contra qualquer ameaça informática fluindo pela rede de distribuição de energia eléctrica, as máquinas de escrever fornecidos aos funcionários serão mecânicas: as máquinas eléctricas serão reservadas aos Comissários, respectivos gabinetes, e Directores Gerais, a pedido, e serão alimentadas por baterias e acumuladores portáteis independentes do circuito eléctrico dos edifícios da Comissão.
Fim de transcrição.

Anda por aí albém interessado?

Sem comentários: