15/04/11

e português-português, não há?


Universalizar a tradução automática.

«Um executivo português pega num telemóvel topo de gama para falar com um parceiro de negócios em França. Ambos carregam num botão no ecrã do aparelho para activar a funcionalidade de tradução automática. Cada um pode agora falar no conforto da sua língua mãe: o aparelho faz o reconhecimento de voz de cada um dos lados e uma voz computorizada traduz o discurso, em tempo real.»

Estão à espera de quê para inventar a tradução de português para português e vice-versa? (Quero dizer: português-de-Portugal de/para português-de-Portugal; entre portugueses e brasileiros ou moçambicanos não há problema, a gente entende-se.)


Sem comentários: