27/03/11

novelas portuguesas


José Sócrates reeleito líder do PS com 93,3% dos votos, mais 10,59 por cento do que o resultado obtido na eleição de 2009, numa votação directa pelas bases que registou uma taxa de participação a rondar os 90%.

Não se pede aos adversários políticos que se amem. Mas pede-se que se respeitem e usem argumentos razoáveis. E que abandonem a linguagem do ódio, que tanto tem sido incentivada entre nós. Uma das recorrentes lengalengas contra Sócrates tem sido "já nem os socialistas o suportam". Com os resultados da eleição para SG do PS (na qual não participei, informação que dou de borla a alguns dos pirómanos que aqui vêm sem perceber nada do que aqui se passa), suponho que podemos ultrapassar esse patamar de primarismo e passar a outras conversas mais sumarentas.

Sem comentários: