02/03/11

afinal para que servem os jornais?


O jornalista do Público que vira as setas consoante o vento não sabe se o presidente da Associação Sindical dos Juízes está contra o Citius por boas razões ou por estar sempre contra tudo. Portanto, a seta fica na horizontal, virada para a frente. A bem dizer, a seta até podia ficar na horizontal, mas virada para trás, para o passado. Assim servia para o sindicalista de titulares de órgãos de soberania - mas também para o jornalista que coloca setas indecisas por lhe faltar pachorra para dar uma resposta fundamentada. "Já não se sabe quando ele tem ou não razão"? Não se sabe? Faça o seu trabalho, que já sabe. Fundadamente. E tire lá a seta do limbo. Ou o meritíssimo assusta-o?


3 comentários:

one hundred trillion dollars disse...

dá sempre jeito estar a favor do 3º poder

tal como nos partidos se se irrita um os outros cães filam-nos os ossos

one hundred trillion dollars disse...

og vil blive synlig kreio yo de resto como se comprova
ser vago dá jeito

Insultar o editor ou quem quer seja

ser favorável obviamente é melhor

O editor reserva-se o direito de usar a ferramenta de limpeza

é substituir editor por juiz.....

veersteend sie?

Porfirio Silva disse...

O poema tem bom ar. Mas não sei se percebi...