07/02/11

o disparate é livre


Que o disparate é livre é algo que a ex-secretária de estado da educação ilustra com propriedade.
Ana Benavente: Autoritarismo do PS de Sócrates ultrapassa "centralismo democrático" de Lenine.
Pena é, apenas, que a ignorância histórica do que significam os conceitos também seja livre. Política amassada no ressabiamento dá nisto. E parece que começa a fazer escola. O que não é, evidentemente, o debate sério que é preciso fazer sobre o futuro do país e os seus caminhos.

1 comentário:

Anónimo disse...

Opinião vinda de uma das pessoas que pior fez na Educação em Portugal, na minha opinião, e cujo lema era os alunos terem de "gostar" da escola, ou então não aprendiam.

António Lopes