31/01/11

se Passos Coelho é mesmo tão valente como quer fazer crer...



... deve dizer claramente que quer, por exemplo, a Carris, os STCP e a CP a cobrar o custo real das viagens aos clientes de transporte público. Só isso as poderá impedir de darem prejuízo. Passos Coelho poderá aproveitar para dar o montante dos aumentos que isso significa. E, de passagem, poderá também aclarar a sua posição sobre o Metro do Mondego, que tem um "pequeno problema" de "falta de verba". Por aí teremos um princípio de compreensão dos magnos projectos do homem. Menos do que isso será uma confissão de desonestidade política.

O presidente do PSD quer que o Governo identifique quais são "as empresas que dão prejuízos crónicos " e que devem fechar.

Sem comentários: