23/01/11

o princípio do que aí vem


Cavaco Silva, no discurso da vitória, continua a campanha eleitoral: insiste na afronta aos adversários, auto-elogia-se, fala para os seus e parece convencido que quem não votou nele é mau português. Será que ainda não percebeu que a campanha eleitoral acabou? Quem é pequeno nem nos momentos de vitória é capaz de se transcender.

4 comentários:

Francisco Clamote disse...

Já não o consigo ouvir.

mdsol disse...

É isso mesmo.

Porfirio Silva disse...

Francisco, a TV tem um botão para desligar... :-)
Abraço

Ana Teresa Diogo disse...

Completamente de acordo!...