11/01/11

é preciso manter os nervos sob controlo


(título alternativo: post aberto ao excelente Eduardo Pitta por ocasião de uma discordância)

Eduardo Pitta é dos bloggers portugueses que respeito sem dúvida, mesmo na discordância. Esse respeito deve-se à sua escrita escorreita (isto é uma questão de forma, mas interessa muito à higiene mental), tanto como à sua independência e frontalidade (questões de carácter, que hoje moram no lado decisivo da cidadania e da política).
Isto serve de introdução a uma radical discordância com este post de Eduardo Pitta.
Se é que estamos a falar disto, claro: Teodora Cardoso defende pedido de ajuda ao FMI.
Pela simples razão de que Teodora Cardoso não é menos livre a pensar do que Eduardo Pitta, nem menos desassombrada, nem menos rigorosa. E porque precisamos muitíssimo de preservar a capacidade de discutir sem preconceitos e sem anátemas os assuntos públicos. Especialmente os complicados. Pelo que precisamos em grau extremo guardar as pedras para outra altura - sem, de modo algum, deixarmos de opinar em liberdade.
Achei importante dizer-lhe isto, caro Eduardo.

Sem comentários: