10/11/10

evidências indesmentíveis de que há democracia em Cuba


A propósito da convocação do VI Congresso do Partido Comunista de Cuba, Rafael Fortes exulta no 5 dias com tamanha prova de democraticidade: «Quando na Europa se tomam medidas anti-crise na cupula [sic] dos directórios dos partidos do Poder afastadas da população, é bom ver que ainda há estas supostas “ditaduras” que querem envolver o Povo na discussão dos problemas e na resolução dos mesmos.» Cuba, a democrática, em contraste com esses malandros na Europa a tomar decisões às escondidas da população. Perdão, "população", não; Povo!
Bem, para não levar a conversa muito longe, que estes peixes não ligam a sermões de santos antónios, fiquemo-nos apenas por lembrar que este VI Congresso acontecerá treze (13, sim, 13) anos depois do V Congresso. Mesmo em relação aos democratíssimos calendários cubanos, um atraso de oito anos.

Em todo o caso, seria estultícia duvidar da evidência de democracia em Cuba. Tal como duvidar da evidência de que Há petróleo no Beato.


(Agradeço o link ao maradona, já que os meus fracos hábitos de leitura não me teriam feito saber desta magnífica notícia.)

1 comentário:

Francisco Clamote disse...

É "munta" democracia, de facto.