04/11/10

Cavaco candidato não dá cavaco a Cavaco presidente


Quem me tenha lido algumas vezes sabe que nutro uma profunda antipatia política por Cavaco Silva, por causa dos erros profundos que cometeu na governação (e de que parece ter-se esquecido) e por causa da visão "higiénica" que tem da política (acha-se mais limpinho do que toda a gente, o que parece resultar tão-somente de uma profunda hipocrisia).
Posto isto, acho ridícula a escandaleira que por aí anda com as coisas que o homem diz enquanto candidato a PR ou enquanto PR que é candidato a voltar a sê-lo. Se Cavaco tem dupla face, escondida em falinhas mansas ou em tiradas de puro descaramento, nisso não nos surpreende: tem sido assim o tempo todo. Nada na manga, portanto. Quanto ao resto, não é muito eficaz criticar Cavaco por algo que 99% dos eleitores acham que todos os políticos fazem desde que possam.
Por favor, se há alternativas políticas ao estilo presidencial de Cavaco, critique-se Cavaco nessa base. Mostrem-se e expliquem-se as alternativas. Apresentem-se. Falem. Não há mais candidatos que possam dizer coisas relevantes? Se há, vão pela positiva dizendo o que propõem. Se não há verdadeiramente alternativa, também não vale a pena desgastarem-se em guerrilhas de corredor a alfinetar Cavaco.

4 comentários:

Vega9000 disse...

Cavaco candidato tem que suspender Cavaco PR, e vice-versa? Que coisa tão infantil. É isto que andamos a discutir na campanha presidencial?
O PS e a esquerda que se deixem de coisas. Queriam vencer Cavaco, tivessem nomeado um candidato viável, e estaríamos noutro nível de discussão politica. Não o fizeram, ao menos poupem-nos às birras de recreio.

Nunca mais é 24 de Janeiro...

Porfirio Silva disse...

Vega9000, acho que percebi o seu ponto, não sei se percebeu o meu (não sei se entende o seu comentário como convergente ou como divergente do post). Mas fica dito.

Vega9000 disse...

Neste caso é convergente, caro Porfírio. Esta campanha está a assumir um tom que não me agrada, nem me interessa. Quem gasta mais em cartazes, quem fala durante visitas oficiais, se tem mais ou menos crianças presentes. Enfim, ao nível político, uma lástima.
Até os meus americanos fazem melhor...

Porfirio Silva disse...

Pois... :-(