07/10/10

com uma saudação aos que olham ao longe e não procuram Sebastião. mesmo que procurem coisas diferentes das que eu anseio


Pedro Lains, no seu sítio de Economia e História Económica:
«Aquilo que se está a passar não dá razão a MFL e seguidores. Pode ser visto de outra maneira: há pressão nos mercados sobre os países da periferia e não há capacidade europeia - do euro, sobretudo - para responder. Por isso, a resposta tem de ser dos fracos governos nacionais dos países periféricos, como Portugal. Perante a situação do mercado, não havia outra coisa a fazer. Ponto. Mas, perante outras circunstâncias - que espero que venham aí - a política seria outra.»
Ler na íntegra.


Sem comentários: