15/07/10

notícias para todos os gostos


A taxa de abandono escolar precoce em Portugal foi 31,2 por cento em 2009, menos 4,2 pontos percentuais que em 2008 e menos 13,7 que em 1999, mas é ainda assim mais do dobro da média europeia, revelou hoje o Eurostat. (Público)

Estas notícias servem todas as inclinações. Servem, por exemplo, para algumas personagens falarem como se estivessem azuis de raiva pelo atraso do nosso país. Mesmo que nem um pingo de sangue vertam pelo esforço de avançar.

1 comentário:

Želimir disse...

Esforço de avançar, meu caro Porfírio? A mão invisível do mercado não precisa da escola nem da gente escolarizada, de intelecto independente, ela precisa é de consumidores, de preferência quanto mais cegos possível.