29/07/10

anti-ciclone


Daniel Oliveira escreve no Arrastão:
Alguma coisa está errada. Ou o primeiro-ministro fez o que os agentes de justiça andaram a soprar aos jornais mas o Ministério Público foi incompetente para o levar a julgamento, e alguém te de responder por isso. Ou o primeiro-ministro não estava envolvido em nada e alguém na justiça usou a sua função para combate político, e alguém tem de responder por isso.
Se for o primeiro caso, é grave. Se for o segundo, é gravíssimo. Não há cidadãos de primeira e de segunda. Mas há responsabilidade. Pôr a política nacional a ferro e fogo para depois apresentar uma mão cheia de nada é inaceitável.
Integral aqui.

(Entretanto, na caixa de comentários (as caixas de comentários são a verdade da blogosfera), alguém escreve sobre aquele post: "E ontem tudo o que era xuxalista andava a mandar foguetes. Saíram todos da toca, parecia que tinham ganho o campeonato do mundo." O tótó pensa que os socialistas estão na clandestinidade, é? Desengane-se.)

Sem comentários: