28/06/10

presidenciais | a hérnia estrangulada


Fernando Nobre compara situação de Portugal a uma "hérnia estrangulada".
Lê-se no Público: «O candidato presidencial Fernando Nobre comparou hoje a situação de Portugal a “uma hérnia estrangulada”, que precisa de ser operada antes que surja “a terrível peritonite e a irremediável morte”.»

Já temos um candidato presidencial que é poeta. Já temos outro (não assumido) que julga que Luís de Camões escreveu onze cantos d'Os Lusíadas. Agora temos Nobre, candidato a escritor de livro de terror.

Safa, como dizia o outro.

1 comentário:

Ana Paula Sena disse...

Realmente, tenho que fazer coro:

Safa!