28/04/10

quando eu morrer arranja alguém que cante um dos meus poemas

Sem comentários: